visto eb5

A remessa de dinheiro para os Estados Unidos mais que triplicou no primeiro semestre de 2017, de acordo com o próprio Banco Central brasileiro. De acordo com a instituição, ela cresceu 227% em relação ao mesmo período do ano anterior, somando US$ 408 milhões. Grande parte desse montante, acredita o BC, se deve à nova onda migratória de brasileiros insatisfeitos com a situação brasileira, impulsionados pelo visto de residência americano, o Visto EB5.

Só em 2016, o número de brasileiros que conseguiram o Visto EB5 aumentou 44,1%, a maioria pessoas que buscam mais segurança, vida mais luxuosa e melhor infraestrutura urbana. Com os imóveis mais baratos do que no Brasil e boas oportunidades de negócios incentivadas pelo governo americano para a obtenção do Visto EB5, esse tipo de investimento está se tornando cada vez mais comum. Veja como conseguir o visto de residência americano e as vantagens que terá com ele.

Visto EB5: o visto do investidor que ajuda a realizar sonhos

Morar no exterior e ainda fazer um ótimo e lucrativo negócio. A receita de sucesso é o principal atrativo do Visto EB5, o chamado visto do investidor. Criado em 1990 pela Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) como uma forma de aquecer a economia de algumas regiões americanas, ele facilita a entrada de capital estrangeiro em alguns tipos de negócios que gerem empregos e fomentem o desenvolvimento local. Hoje é uma das principais portas de entrada para quem quer morar nos EUA, especialmente Miami e Orlando.

Para isso, no entanto, é preciso que o candidato cumpra algumas exigências bastante específicas. A primeira delas é ter capital disponível totalmente livre de empréstimos. Geralmente o valor é de US$ 1 milhão, em negócio novo ou já existente, mas pode ser menor, de cerca de US$ 500 mil, se for em um local economicamente deprimido, os chamados (TEA).

A segunda é que esse negócio gere pelo menos 10 novas vagas de emprego integrais para cidadãos americanos em um período máximo de dois anos. No entanto, vários outros fatores são analisados, como a idoneidade do indivíduo, a origem legal do dinheiro e seu perfil de investidor como um todo.

Visto EB5 tem validade de 2 anos

É bom lembrar que o Visto EB5 é um visto “employed-based”, ou seja, ele precisa apresentar sustentabilidade – rentabilidade econômica para o investidor e sua família, assim como a geração de empregos.

A princípio, portanto, o Visto EB5 tem validade de 2 anos, a partir dos quais, uma vez todas as exigências cumpridas, o investidor pode entrar com um pedido de residência permanente (o green card), para ele e sua família – cônjuge e filhos menores de 21 anos. Essa concessão, entretanto, não é automática.

É preciso atingir todos os requerimentos do Visto EB5 e então passar pela avaliação do departamento de imigração americano, o USCIS.

Quais os negócios para investir através do Visto EB5

Há duas opções de investimento através do Visto EB5. A primeira delas é abrindo seu próprio negócio, onde o investidor é totalmente responsável por sua criação e gestão. Ele administra e tem total controle do seu projeto individual de negócio – empresa, empregados, prejuízo e lucro.

A segunda é o investimento nos chamados Centros Regionais EB5, entidades públicas ou privadas listadas para receber os incentivos do visto e promover a criação de novos empregos para cidadãos americanos, aumento de capital, crescimento econômico e melhoria da produtividade regional. Geralmente estão localizados em áreas com índice maior de desemprego do que a média americana.

Nesse caso, o investidor entra como sócio, mas não precisa residir nesses locais. Os Centros Regionais EB5 podem ser consultados no site da USCIS. A opção é bastante válida para quem busca um investimento com menor risco e grau de preocupação, já que a responsabilidade é dividida. Além disso, a geração de vagas de emprego pode ser indireta, através de empresas que receberam seu capital.

Saiba como escolher o melhor investimento

Fazer a escolha do investimento, no entanto, é uma tarefa que demanda experiência no mercado financeiro americano, conhecimento da legislação e um estudo do seu próprio perfil de investidor. Por isso, antes de dar início ao processo do Visto EB5 a dica é ler muito, pesquisar bastante procurar ajuda de um dos vários profissionais dedicados em assessoria de imigração.

Mas atenção, porque as regras para a obtenção do Visto EB5 devem mudar a partir do primeiro trimestre de 2018. Especula-se que o valor mínimo de investimento atrelado ao Visto EB5 suba de US$ 500 mil para US$ 800 mil.

Quer saber mais sobre o visto do investidor, o Visto EB5? Deixe aqui sua dúvida que em breve responderemos!